04-Criança de 5 anos assume transgeneridade -Duvideodo.com.br

Criança de 5 anos assume transgeneridade

A transgênero Ryland nasceu em uma família comum, na Califórnia, nos Estados Unidos. Como quaisquer pais fariam, ao descobrirem que o bebê seria uma menina, Jeff e Hillary Whittington começaram a preparar as roupinhas e o quarto da primeira filha com tudo que uma princesa teria direito.

A menina nasceu saudável, mas antes de completar uma ano, descobriam que ela sofria com um problema de audição. Depois da cirurgia, no entanto, Ryland começou a ouvir bem e aprendeu a falar.

Acontece que a melhora da filha trouxe aos pais um dos momentos mais surpreendentes de suas vidas. Aos cinco anos de idade, uma das primeiras frases estruturadas que a menina disse foi “eu sou um menino”.

Jeff e Hillary ficaram extremamente confusos e procuraram a ajuda de vários especialistas. Alguns diziam se tratar apenas de uma fase e pediam para que os pais tivessem paciência.

Os dias, no entanto, se passavam e a menina não mudava de ideia. No vídeo que os pais fizeram para explicar a história de Ryland (disponível, em inglês, no final da matéria), eles contaram que a criança chegou a dizer que, um dia, quando toda a família morresse, ela cortaria os cabelos e se tornaria um garoto. Houve, inclusive, uma vez em que ela perguntou porque Deus a tinha feito nascer dessa forma.

Essa foi a gota final para a espera dos pais. Eles pesquisaram e descobriram que a menina apresentava todas as características de uma pessoa transgênero. Assustados com os altos índices de suicídios envolvendo pessoas que se identificam com gênero que não é o seu de nascença, por não serem socialmente aceitas; eles decidiram cortar os cabelos da filha, comprar roupas novas, redecorar o quarto dela e passaram a se referir a ela como a um garoto.

Segundo Jeff e Hillary, muitas pessoas se acharam no direito de recriminá-los e outro tanto preferiu se afastar da família. Apesar disso, eles explicam que estão muito mais felizes agora que o filho encontrou sua verdadeira identidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *